Category Archives: psycho

Advertisements

Mais um dia normal da policia brasileira


Conan, the Musical: Musica que nunca mais vai sair de sua cabeça

Encontrei isso na internet, assinem o canal do cara que fez, tem outras dessas geniais, serio. Faz acreditar na falacia que o Arnoldão é um bom ator :].

Cantem comigo:

And hear the lamentation of the women!


Relicguard Spell: Um talento util para os magos de D&D 3.5

Recentemente, eu tive que fazer alterações na minha ficha de D&D porque vou voltar a jogar na mesa onde eu comecei a criar ela.

Devido a meu personagem ser bem mutável, eu fiquei com alguns talentos extras então procurei alguma coisa que pudesse ajudar os coleguinhas também, foi ai que eu encontrei a “Relicguard Spell”.

Continue reading


Coletanea de videos do Jim Carrey

Continue reading


Como xingar alguem bem, pelo menos eu ri

Bom, eu gostei do video, não sei bem o contexto historia, mas o cara falou bem, eu mesmo não sei como responder a isso.

Acho que ele falou bem, querendo ou não tem algumas verdades imediatas ali, acho. Se, por exemplo, a revista Veja é uma porcaria hoje em dia, imagina mais antigamente.

Mas o xingamento é legal, não saiu vulgar e vai entrar na minha coletânea.


Beck: Follow me by Rocket Boys, ou a musica que nunca existiu

A algum tempo atrás, pouco mas não tão pouco, eu conheci um anime chamado “Beck”, para quem nunca viu, veja porque vale a pena.

Sempre gostei de rock inglês, e muitas de suas variações. Claro, não sou um especialista em musica, e até cada vez mais estou me distanciando dela, mas houve um tempo em que era a minha favorita, e nessa época, eu conheci o anime “Beck”, me familiarizei com o personagem principal e através dele conheci fui me guiando pela historia e conhecendo mais algumas coisas legais.

Mas, o que gostaria de mostrar é essa musica, a “Follow me” feita pelos “Rocket Boys”, ou o single fantástico da banda que nunca existiu!

O engraçado é que a banda não existe, e a musica foi feita exclusivamente para o anime. Apesar disso, ela tem todo o charme de uma musica feita por uma banda de rock inglês, tem sua própria historia que você compra por causa do anime e é semelhante a musicas de sucesso que “The Beatles” faziam, que era uma banda que escutava muito na época. Até RATM o anime também tinha como influencia, que eu gosto até hoje também.

Estava relembrando aqui, até me deu vontade de ver Beck de novo. O engraçado é que essa é uma musica que vocês nunca encontraram em outro lugar, porque é uma boa musica de um micro universo. É engraçado saber que existem coisas assim no mundo, e a gente tem que passar e peneirar muitos infernos para encontrar esses micro-paraísos.

Como bônus final, a musica no anime do principal cantando com a sua menininha:


O arquivo (Victor Giudice), um poema de minha infância

Quando uma criança, acho que fui uma criança bem diferente, posso dizer que não fui normal, e até queria ser, mas acho que eu não me comportava de forma normal.

Não sabia o que era romantismo, o que era modernismo, e vários outros “-ismos”, então cada descoberta era uma descoberta única, porque eu dificilmente sabia onde encontrar mais(afinal, eu era uma criança, meu poder aquisitivo e de alcance não eram grandes…).

Por esses e outros motivos, lá pelos meus menos de 10 anos, eu tive contato com um poema que eu achei muito bom. Foi em uma dessas procuras que eu li “O arquivo“de Victor Giudice.

Podia não entender o contexto dele, mas a mensagem que ele passou era bem clara.

Mostrou um pouco como a vida funciona de certa forma, apesar de não ter contato com varias coisas que você pode pensar de cara quando lê o poema, ainda pude ver como o mundo funciona ali, naquelas palavras. Era estranho isso, ver que podia ter tantas verdades sobre um mundo bem maior em palavras, e ainda escritas em apenas uma pagina.

Pena que eu esqueci de algumas coisas, e não coloquei em pratica o que aprendi quando tive chance. Eu era pequeno, e com o tempo você esquece lições importantes também.


Retrato falado meio estranho …

Nem lembro se já falei ou postei isso por aqui, mas isso é muito engraçado, é uma das coisas que alegram meu dia se eu lembrar, sempre.

Além disso, ainda complementaram com outro video tirando onda que pegaram o cara por causa do retrato falado, e colocando esse desenho escroto na cara.


Como destruir os seus idolos marobeiros/Como funcionava os anos 80/WTF?!?!?

Eu estava lembrando de algumas coisas beeem engraçadas, e acabei me lembrando dessa “otema” visita do Arnoldão ao Brasil, uma das coisas mais anos 80, datadas, surreais e engraçadas que eu posso lembrar. Comedias para que, se eu tenho a realidade né?

As duas partes mais engraçada que eu acho é o Arnoldão fantasiado de índio e ele falando que aprende uma palavra nova para a professora… Que desprendimento moral…

Agora o Van Damme esta sem dinheiro… Duro!

Um bônus, o video do Van Damme com a Gretchen! Realmente, acho que isso na verdade não foi nos anos 80, e sim nos 90, mas o video é bem mais comportado que o do Arnoldão.

O massa é ele dando umas secadas fenomenais na Gretchen e fazendo a famosa “Dança do Van Damme”, que já usamos muito em festas por ai xD.

Bonus track: Mais uma para desconstruir a imagem. Mussum encochando a Xuxa, sucesso e risadas garantidas, ou seu dinheiro de volta.

Sinceramente, não sei o que eu quero com esse post. Mas sinto que devia compartilhar e registrar esses vídeos em algum lugar para depois poder achar eles fácil xD.


%d bloggers like this: