Category Archives: Uncategorized

Velho problema com o pulseaudio finalmente resolvido…

Eu tinha um problema enorme com o pulseaudio. Não conseguia que ele funcionasse de forma conveniente para que o som não travasse o alsa e vice versa. Eu não queria nem saber o que era porque imaginava que o pulse pudesse resolver isso com atualizações ou pelo menos melhorar.

Bom, recentemente enchi o saco. De verdade, e resolvi “resolver” o problema. Depois de ficar mais perdido que cego em tiroteio e testar algumas muitas variações de arquivos de configuração e problemas inventados, eu consegui.

Parando para pensar agora, realmente vejo que o que eu fiz é considerado algo que deveria ter sido resolvido de outra forma. O “método” de resolver algumas coisas deveria ser automático para a solução mais simples, coisa que não ocorre em muitos casos.


Terror no Cinema

Ainda não li todo o post, mas só pelas recomendações já vale com certeza.

MovieWagon

Alimenta-se dos nossos medos, cria os pesadelos mais aterradores e muitas vezes procura inspiração na mais assustadora das realidades ou no quotidiano de qualquer um. O género de Terror é um dos mais antigos da História do Cinema e um dos mais ricos, para além de um dos mais mal compreendidos.

nightmare-on-elm

Logo após a invenção do Cinema pelas mãos dos Irmãos Lumiére, em 1896, a nova arte desde cedo começa a ser desenvolvida por novos cineastas. Enquanto uns retratam a realidade com produtos mais documentais, outros pretendem sair da fronteira da realidade e criar histórias fantásticas ou mesmo aterradoras. Ainda em 1896, o revolucionário e inventivo George Mélies realiza The House of the Devil, considerado por muitos o primeiro filme de terror da história do cinema. No entanto, Mélies continua o seu percurso pelo fantástico mas dentro do género da ficção científica, deixando de lado o aspecto mais obscuro…

View original post 8,107 more words


Arquivos portáveis, protocolos portáveis… em C!

Vinipsmaker labs

Um hábito que me faz desprezar imediatamente TODAS as habilidades que um programador afirme ter, é ele fazer um formato de arquivo ou protocolo binário que não é portável, então resolvi fazer esse artigo para ajudar a diminuir essa prática, expondo os seus perigos.

Mas antes, lembro que na época que eu usava Flash Player, eu era um usuário burro e aceitava cegamente a desculpa das versões de diferentes sistemas operacionais serem dessincronizadas (sistema operacional X recebe versão nova antes de Y e Z, em vez de lançamento simultâneo). Isso é um ato que eu até consigo entender tendo em mente os objetivos da empresa, mas outro lugar onde a dessincronização de versões ocorria era em arquiteturas diferentes (32bit e 64bit). E o único fator para justificar isso é pura incompetência dos programadores, que ganharam para sempre o meu desprezo. Dito isso, não acompanho ou uso mais o Flash Player…

View original post 1,553 more words


Recomendações de sites sobre RPG e temas parecidos

Recentemente me perguntaram sobre alguns blogs de RPG que eu seguia, e mandei um e-mail grandinho. E eu não caprichei na escrita, mas vendo depois gostei do resultado.

Como achei a resposta interessante, fica a recomendação de alguns blogs de RPG, assim como eu escrevi no e-mail:

Continue reading


Google Drive no Linux (sem macumba)

Vou começar a usar isso aqui, tomara que funcione. A google deveria patrocinar e incentivar coisas assim, ou ela mesmo fazer produtos com essa qualidade.

Assunto NERD:

Defini-se Google Drive como: “Um aplicativo que instala uma pasta em seu computador que é semelhante às outras, exceto por uma grande diferença: a sincronização automática na nuvem.”

Como os usuários Linux oficialmente são privados deste recurso, então disponibilizo neste post  a minha receita de bolo:

Modo difícil:

Instale os requisitos conforme o comando a seguir:

Efetue o download do código fonte:

Compile e instale os fontes :

Agora entre na pasta recém criada e execute o comando grive -a, acesse a URL e digite a autenticação.

gdrive0

gdrive1

Modo Fácil:

Para os usuários openSUSE, deixo o 1 – Click Install:  install

View original post


Hamboine



Apoio a WikiLeaks

Bom, todo mundo deve estar acompanhando o assunto, e digo mais, quem não souber o que eh WikiLeaks, procure saber imediatamente.

Eu apoio o que a WikiLeaks faz.

Não devemos achar que esconder as informações protegem o nossos governos, ao contrario, isso só protege as pessoas que estão no poder de forma reprovável, porque esse tipo de atitude eh uma ferramente de enganar e dissimular atos.

Eu não quero me ater muito a essas coisa, porque ultimamente tem sido bem mal ter tempo para passar minha opinião ao mundo(mesmo que eu ache que o mundo não a esta vendo :] ), mas vamos ver uma lista de coisas legais que foi feito com essa capa de “proteger informações sigilosas”: Fracasso em acordos de poluição, espionagem de varias formas, controle interno de países para lobby do mercado de um pais, e por ai vai.

Bom, e quem ganhou com isso? Foi o ser humano?

Esse assunto tem muito “pano para manga”, mas essa e minha opinião. A verdade acima de tudo.

Links

Apesar de esta sem tempo, passar alguns links para o povo se guiar, de pessoas que realmente falaram mais e podem lhe dar visões mais claras.

O criador do WikiLeaks foi acusado de estupro ou algo assim na suécia. Na realidade não e bem assim. Vejam nesse link o porque dessa acusação, o que realmente ela significa isso na Suécia, e outros absurdos e perseguições sobre esse pseudo-crime.

A mulher que acusou tem possíveis ligações com a CIA. Destaco isso porque quem lembra dos planos da CIA para matar ou desacreditar Fidel Castro e mais algumas acoes dela vai notar um padrão…

 Um documento vazado da wikileaks falando sobre o lobby do software proprietário na união europeia para prejudicar o software livre.


Mini-curso de bash de 2010 sobre ferramentas de bash

Ola a todos!

Como a lista de e-mail não aceitou a minha apresentação(muito grande o tamanho), resolvi colocar por aqui e colocar os links para a apresentação.

Como eu não sei exatamente onde colocar e membros organizadores do congresso eu não sei quem é, nem se tem site, eu estou postando aqui para que possa ser colocado no local apropriado pelo povo. Também tem um bônus, o arquivo UnxUtils.tar.bz2. Essas são as ferramentas de bash para usar no windows.

Só mais uma coisa, eu perguntei isso no final, mas alguns já haviam saído. Quem assistiu o curso e quiser dar um “feedback” sobre os pontos que gostou e que não gostou, ou ate alguma ideia a mais sobre qualquer coisa como por exemplo assuntos abordados, fique a vontade para me mandar e-mail ou comentar aqui, eu ate agradeço!

Vamos ao slides que eu apresentei na semana do congresso acadêmico:

ferramentas_bash_2010.tar.bz2

minicurso.odp

Bom, filosofando um pouco, acho que o mini-curso é muito melhor ao vivo do que só com as apresentações. Por mais que eu tenha me esforçado, tem coisas que eu so falei melhor na apresentação. Mas, como sempre, se alguém tiver alguma duvida que eu tenha deixado mal explicado no slide, sou sempre ouvidos :].

 

 

PS:. E a minha apresentação do congresso que eu sai como apresentador:

congresso2010.tar.bz2


Segunda vez sempre é melhor

Sem querer acabei assistindo “toy story 3” de novo, e foi tão bom quanto da primeira vez ;).

Toy story foi um filme muito bom, eu recomendo que qualquer pessoa assista, a historia em si é muito boa.

Vou revelar algumas coisas da trama então se você é uma pessoa sensível a revelações de enredo, se lasque.

A historia é muito boa, você fica ate o final do filme com interesse no filme, diferente de alguns outros filme, como por exemplo…… Cartas para julieta. Lembre-se, esse filme é de doer, não assista, lembre-se.

Bom, eu não sei se vai ter um 4, mas eu tenho ate umas ideias de como seria um roteiro para uma continuação ;). Mas sei lá, eu não tenho moral e massa cinzenta como a pixar tem, para fazer uma obra que seja uma continuação digna.

Tenho que dizer que foi bom também pela excelente companhia da minha namorada, vale a pena ressaltar ;).

 

Parabéns a Pixar pela obra prima, que eu fico mais fã a cada dia \O/.


%d bloggers like this: