Tag Archives: Esse negocio de tags longas com mensagens subliminares é muito legal

Instalando o flash no Chromium e no firefox no Ubuntu

O problema

Well, não gosto do ubuntu, mas recentemente eu me deparei com um problema em um computador com ubuntu.

Como todos devem saber, o suporte ao flash usando uma determinada API foi descontinuado(que é a NPAPI), e com isso o firefox e o chromium não tem mais suporte ao flash. O chrome não sofre com isso porque convenientemente ele vem com uma versão do flash embarcado no navegador, que usa uma outra API(que é a PPAPI).

A solução

Dito o problema, como resolver isso é muito simples, só usar o novo plugin do flash para a API nova.

Basicamente, para instalar o flash para o firefox e o chromium no ubuntu, é só executar:


sudo apt-get install pepperflashplugin-nonfree && sudo update-pepperflashplugin-nonfree --install
sudo add-apt-repository ppa:nilarimogard/webupd8 && sudo apt-get update && sudo apt-get install freshplayerplugin

Comentários sobre

A solução é para o ubuntu, mas pode facilmente adaptada para outras distribuições.

É uma bosta essas coisas, e quem sofre é usuario, mas fazer o que né. Só fica o desejo que esse povo deixe as coisas mais claras no futuro, principalmente para os usuários finais ai.


Um dos meus trechos favoritos do livro “Desobediência civil”

Capa de Desobediência civil

Em 1848, Henry D. Thoreau escreveu em “Desobediência Civil“:

De fato, nenhum homem tem o dever de se dedicar à erradicação de qualquer mal, mesmo o maior dos males; ele pode muito bem ter outras preocupações que o mobilizem. Mas ele tem no mínimo a obrigação de lavar as mãos frente à questão e, no caso de não mais se ocupar dela, de não dar qualquer apoio prático à injustiça. Se me dedico a outras metas e considerações, preciso ao menos verificar se não estou fazendo isso à custa de alguém em cujos ombros esteja sentado. É preciso que eu saia de cima dele para que ele também possa estar livre para fazer as suas considerações.

Gosto muito desse livro, por motivos diversos, mas vamos pensar sobre essa frase em especifico. Se não podemos contribuir e a causa é boa, vamos garantir que pelo menos vamos sair dos ombros de quem quer fazer uma ação boa.

Alguém já disse uma vez, muito faz quem já não atrapalha. Tudo bem, não devemos pecar pela omissão excessiva, mas, como no fundo acho que H.D.T. falou com outras palavras, muito faz quem não atrapalha.


%d bloggers like this: